ENTREVISTA: Jessie J fala sobre nova música e dos seus fãs impacientes

Posted on

Leiam em baixo a tradução da recente entrevista da Jessie J com a Forbes, onde ela fala sobre “Real Deal”, M&M’s e do seu próximo álbum;

Desde que chegou pela primeira vez em cena, em 2010, a Jessie J tem sido um grampo do mundo pop britânico, marcando uma incrível posição nos charts de música. Ela é um nome muito conhecido lá fora e aqui na América, e está apenas a começar a receber o reconhecimento que merece pelo seu poderoso intrumento vocal e a forma de se apresentar com canções como “Domino” e “Bang Bang,” que também cantou com Nicki Minaj e Ariana Grande, e que ganhou às três mulheres, uma nomeação aos Grammy. Ela é uma artista extremamente talentosa, e a mainstream pop precisa sempre desses.

A cantora tem estado relativamente tranquila desde o ano passado, mais ou menos enquanto prepara o que vai ser o seu quarto álbum, e os fãs estão a começar a crescer impacientes.
Mas isso é um bom sinal, significa que ainda estão interessados e querem continuar a apoiar a mulher que amam, mas também é difícil para a cantora, porque coloca enorme pressão sobre a mesma para terminar a sua arte, que lhe dirá qualquer músico pode levar tempo.

[…]

Falei recentemente com a cantora britânica sobre a sua nova música e como ela lida com os seus fãs impacientes.

[…]

McIntyre: Real Deal será o primeiro single do teu próximo álbum?

Jessie J: Não. Mas é engraçado. É engraçado que algumas pessoas pensem que é, mas não é. Isto é apenas um warm-up. É puramente uma coisa que fiz com os M&M’s. Mas eu mesma escrevi a canção com um produtor que produziu o meu novo disco. É definitivamente na veia do novo material, quero dizer, era. Isso soa tão “Instagram”. Mas a vibe da próxima fase da minha vida, na minha carreira. Acho que é só porque é música nova, todos tipo, “É um single”, e eu sempre, “Não é um single!”

Mas, eu quis fazer um vídeo na mesma e eu própria dirigi as filmagens do vídeo. Acho que porque há uma capa do single que não sou eu como um M&M’s, as pessoas acham, “É um single”. Vai ser uma música diferente do que as pessoas estão habituadas a ouvir de mim, porque quero ser mais orientada para a música e colocar mais música para fora. Entendo porque é um pouco confuso, mas não é um single. Isso faz algum sentido?

McIntyre: Claro, claro. Então isto é só para aguçar o apetite para a música que está a chegar.

Jessie J: É como nozes e pretzels antes da sopa. Não sei se quero comparar a minha música a comida, no entanto. É apenas um aperitivo. Há muito mais música a chegar.

McIntyre: Então quando dizes que não é um single, acho que a próxima coisa que eles dizem é, “Bem, quando é que chega o single?” Tenho a certeza que já ouviste essa pergunta muitas vezes.

Jessie J: Tem sido engraçado. Estou no final dos meus anos 20, a entrar nos meus 30. Em vez de perguntar, “Quando vais ter filhos,” é, “quando vais lançar o próximo single? Quando vai sair o álbum?” É a pergunta mais comum que me perguntam. Mas estamos no processo no momento de tentar fazer tudo acontecer. Só estou a tentar permanecer misteriosa, e eu sei que é frustrante.

Acho que as pessoas estão tão acostumadas a ter tudo a acontecer quando eles querem. “Qual é a capa do álbum, qual é o título do álbum?” É como ir a um encontro e depois casar uma semana depois. Tipo, vamos sair por um tempo. Só estou a tentar realmente desfrutar de tudo o que faço em vez de tipo só sentir a pressão de “Queremos tudo agora!”.

Ainda estou a escrever… e ainda estou a criar. Há muito que está por vir. Mas quando isso acontecer, eu acho que as pessoas vão ficar felizes por eu não ter contado nada prematuramente. Será, será, será… Eu não sei. A coisa é, eu não sei. Mas eu sei que está lá, e eu sei que eu disse isso recentemente. Mas, infelizmente nem sempre é a minha decisão. Se dependesse de mim, seria na próxima semana. Mas, será em breve. Antes que seja tarde.

McIntyre: Como artista, colocas tanto tempo e esforço nestas canções e álbuns. Como lidas com os fãs todo dia e noite a dizerem: “queremos agora, precisamos agora”?

Jessie J: Queres saber? Chegas a uma idade onde pensas… Quer dizer, estou muito ciente de que muitos dos meus fãs que ficam frustrados e muito impacientes são um pouco mais jovens. Realmente os amo por isso. Costumava afetar-me, e fazia-me pensar, “Eu preciso lançá-lo agora!” E durante esse tempo, agora tenho certeza. Eu sei que a música que estou a fazer é o que deveria estar a preparar. Estou tão envolvida pessoalmente, que escrevi tudo sozinha. Só tive um produtor. Foi quase como um tempo de terapia, mas com uma melodia para ela. Parece que é uma reminiscência do meu primeiro álbum.

Só tenho que saber que é a coisa certa que estou fazer, e tenho que confiar nos meus instintos e agir sobre eles. Alguns dias fico frustrada, porque sinto por eles. Sei que faz muito tempo e eles são tão favoráveis, mas sei que quando isso acontecer, eles esquecerão que passou tanto tempo. Então, sim. Estou muito animada.

McIntyre: Fiquei muito feliz em saber que marcaste bem a tua posição nos EUA com o último álbum. Tenho te seguido desde o início, e és enorme no Reino Unido. E com Sweet Talker, “Sim, nós estamos finalmente apreciar a Jessie J pelo que ela é!” Então, quais são as tuas expectativas para o sucesso em todo o mundo para a tua próxima música?

Jessie J: A maior diferença com a música nova é que realmente está a comemorar a coisa mais importante para mim, que é a minha voz, e eu como um compositora. Sinceramente sinto que estou a ir para o meu próprio eu, que realmente quero ser um dos cantores que são lembrados para sempre.

Alguém que já ouviu o próximo álbum disse-me que este é o meu melhor trabalho ainda. Tem sido um verdadeiro descascar fora a experiência de camadas. E documentei tudo e estou muito… Qual é a palavra? Acho que as pessoas vão me conhecer. Acho que não é tão comercial. Não é como… não é pop. É R&B e Soul. É mais verdadeiro para mim. Sentes a autenticidade. Estou envolvido em tudo. Dirigi o vídeo que fiz. Tudo tem sido a minha visão. Não quero dizer muito mas estou pessoalmente envolvida com ele, e isso é como o meu primeiro álbum.

Sinto que pode ser o melhor trabalho que vou fazer. Não digas isso, soa horrível. Mas sabes é um álbum que tem alma… Não sei se alguma vez posso reviver o que já acabou na minha vida novamente. Acho que vai ser diferente. Mas acho que aqueles anos de 25 a 30 são tão cruciais. Acho que alguém que passou por isso entende que derramaste, perdeste, ganhaste, cresceste. Tem dor, e todas aquelas coisas que escrevi. Nunca vou ter isso de volta da mesma forma. Então estou feliz que fui forte o suficiente para colocá-lo em músicas no momento.

McIntyre: Tenho a certeza que vais ficar inundado com pedidos de marcas por 1 milhão de coisas diferentes. Como decides com quem vais trabalhar?

Jessie J: Pessoalmente, honestamente, é apenas com marcas que não teria que adicionr à minha vida. Já estão na minha vida. Não iria trabalhar com uma marca da qual não desfrute ou use, trabalho com marcas que já fazem parte do meu dia-a-dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *