Jessie J partilha o seu segredo para ficar motivada no ginásio

Leiam em baixo a tradução de uma entrevista da Jessie J para a SHAPE:

Vocês conhecem a Jessie J por causa das suas músicas viciantes, como “Price Tag” e “Bang Bang” com Ariana Grande e Nicki Minaj, mas podem não saber que a cantora (atualmente a gravar o seu quarto álbum de estúdio) é viciada em fitness. De facto, já viram os novos anúncios da Propel Electrolyte Water, devem ter ouvido a sua nova música de motivação e adrenalina, “Let’s Get Ugly”, criada para “comemorar treinos duros”. Nós falamos com a cantora recentemente sobre o seu regime de exercício físico.

Como ela entrou na onda do fitness:“Nem sempre trabalhei. Dancei muito até aos 18 ou 19 anos, e depois fiquei ocupada e não fiz exercício físico por dois ou três anos da minha carreira. Fiz uma arena tour no Reino Unido em 2012, e foi aí que comecei a entrar no ritmo do exercício físico. Achei que o meu sistema imunológico ficou melhor e e não estava a ficar doente constantemente, fiquei melhor, as minhas roupas ficavam melhor, o meu coração estava melhor, a minha pele estava melhor e sentia-me melhor. Atraí pessoas mais agradáveis ​​porque estava mais alegre e mais inspirada. Isto realmente afecta o teu humor. Há pessoas mal-humoradas, as quais só quero levar para uma aula de fitness, para deitarem fora as tristezas”

A tua rotina de exercícios:“Mexer-me já é bom, às vezes só me quero esticar. Não quero fazer pesos, ou só quero usar o meu próprio peso corporal e agachar, agitar ou pular, tentar conhecer o meu próprio corpo, de alguma forma. Nos outros dias, faço ‘deadlifts’ e ‘barbell squats’, adoro ‘sled pushes’. Realmente sinto o efeito dos exercícios no dia seguinte. Para a parte do cardio, gosto de remo e ciclismo. Mas não posso correr, aborreço-me.”

A música é a chave para o exercício físico:“Estar em tour, o cardio é louco. Até me questiono como faço isto. Quando assisto a vídeos de mim mesma em palco, e estou a cantar, e a correr, e a agachar… Mas tu precisas de combinar o movimento com algo que amas. Não faria tudo isto por uma hora e meia no ginásio. Tu precisas de te distrair, é por isso que a música para mim é uma grande parte do meu treino. Na verdade esta manhã no ginásio do hotel estava tipo, “Por é que não estou bem no meu treino esta manhã?” E era porque estavam a dar as notícias e não música.”

Os teus exercícios essenciais durante uma tour:“Eu viajo para muitos lugares com um rolo de espuma, além de proteína de água, também levo a minha proteína em pó vegan, e uma banda de resistência. Normalmente, há um ginásio em todos os lugares que vou, ou posso ir trabalhar para o exterior. É importante educar-se sobre como o que podes fazer sem qualquer máquina.”

A tua primeira vez no SoulCycle:“Fiz o SoulCycle pela primeira vez ontem, e foi intenso. Gostei porque definitivamente não podes escapar da música lá dentro – é como se estivesse no teu cérebro. Estava tão alto, eu tive que colocar tampões! E a voz do instrutor era realmente, muito intensa, era difícil porque eu queria que as minhas pernas estivessem no tempo dos meus braços, mas estás a fazer duas coisas diferentes com os braços enquanto estás na bicicleta. Todos estavam no ritmo e eu era a única a fazer pausas. Mas é melhor do que estar na cama! Precisas de começar em algum lugar e fazê-lo no teu próprio ritmo.”

Como ela permanece flexível:“Sou bastante flexível e costumava dançar, então gosto de ter a certeza de que mantenho a minha flexibilidade. Acho que às vezes podes ficar tão obcecado com a forma física que ficas rígida – tenho os flexores do quadril muito apertados e é por isso que comecei a fazer yoga aérea recentemente.”

Como ela lida com a sua condição cardíaca:“Tenho uma coisa chamada síndrome de Wolff-Parkinson-White, então tenho batimentos cardíacos muito irregulares.” [WPW é um síndrome muito raro em que uma via elétrica extra no coração causa um batimento cardíaco rápido.] Tive uma ablação quando tinha 10 anos, eles tentam um zap no teu coração para voltar ao ritmo normal. Por isso nunca tentei beber café ou cafeína, e não bebo álcool muitas vezes. Quando faço cardio, preciso de ter cuidado porque o meu ritmo cardíaco fica muito rápido, muito rapidamente. No palco, não sei como faço. Para ser honesta contigo, tem havido muitas vezes em que os médicos perguntaram, ‘Isso vale a pena? E eu respondo, ‘Venham ver, venham ver o concerto!’ Só acho, porque não? Prefiro viver a minha vida a ser feliz do que viver a minha vida numa bolha.”

Porque decidiu ela cortar o açúcar:“Porque não posso ter cafeína, o açúcar era algo que fazia parte do meu segredo para quando estava cansada, e acho que dependia muito disso. Então, só quero puxá-lo para o lado antes de me transformar num monstro do açúcar. Não sei se deveria dizer isto publicamente porque é apenas o meu quinto dia desde que cortei-o da minha dieta e em duas semanas posso ter perdido a cabeça e voltado ao açúcar! Mas até agora tenho-o completamente cortado, mesmo em frutas e vegetais, para tentar reconstruir boas bactérias no meu corpo, e apenas ser mais saudável e fazer uma limpeza natural. Agora, realmente sinto a falta do mel manuka – é um anti-séptico natural que geralmente tenho a cada dia.”

A razão pela qual ela ama a sua forma física:“Adoro a minha forma porque sou o que sou, não consigo mudar-me, tenho peitos muito pequenos, sou esguia, sou muito alta, e faz-me rir quando as pessoas dizem-me nos comentários do Instagram que tenho seios pequenos, apetece-me dizer ‘Eu sei! Eu visto este tamanho desde os meus 3-4 anos’. Estou confiante, porque não há motivo para não estar. Todas as mulheres são lindas. Nós somos todas diferentes de formas e tamanhos diferentes, então não há definição do que é certo – nunca vai ser uma só coisa. Apenas aprecia o que tens, porque é tudo que tu és. Não vais mudar de um dia para o outro – não vais acordar amanhã com o cabelo perfeitamente encaracolado se tens o cabelo liso, e vice-versa. Tudo o que tu tens, aprecia-o e possui-o e apenas ama-te por dentro e por fora.”

Publicado por: Juliana
Data: 17/Abr/2017
Categorias: Artigos, Entrevistas, Jessie J, Propel Water

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *